menu

'Médica' de Terra Santa, denunciada pelo MP, era diretora do Centro de Saúde da Mulher

Juiz determinou nesta terça (19) o afastamento do secretário municipal de Saúde e diretora do hospital, acusados de contratarem 'falsos médicos'

'Médica' de Terra Santa, denunciada pelo MP, era diretora do Centro de Saúde da Mulher Fachada do hospial de Terra Santa (Reprodução/TV Tapajós) Notícia do dia 21/10/2021

DEAMAZÔNIA TERRA SANTA, PA - O prefeito Doca Albuquerque (PSD) nomeou Ana Carina Marques, denunciada à Justiça pelo Ministério Público do Pará como ‘falsa médica’, para o cargo de diretora da Casa do Centro de Saúde da Mulher de Terra Santa, no Oeste do Pará.

 

No dia 14 de agosto, deste ano, o prefeito inaugurou a Casa da Mulher – expansão do Centro de Referência da Saúde da Mulher, que deu posse a Ana Carina, que foi contratada em janeiro pela prefeitura como médica ginecologista.

 

Na ocasião, o prefeito se pronunciou afirmando que a Casa iria fazer um trabalho diferenciado para a saúde das mulheres de Terra Santa.

 

Doca levou para a inauguração o professor Wilson Sabino, diretor do Instituto de Saúde Coletiva da Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará).

 

AFASTAMENTO DOS CARGOS

Na terça-feira (19/10), o juiz Rafael do Vale Sousa determinou o afastamento dos cargos do secretário de Saúde de Terra Santa, o enfermeiro Anderson Cavalcante e da diretora do hospital municipal, Rejane Maciel Pantoja Bentes, acusados de contratarem ‘falsos médicos’ para atuarem nas unidades de saúde do município.

 

Além de Ana Carina Marques, o promotor de Justiça, Guilherme Lima Carvalho, também denunciou que Camilo Escalona Aguiar, Hendry Yasary e Jane Milian também se passavam por médicos atendendo na cidade.

 

O juiz determinou o afastamento do secretário de Saúde e da diretora do hospital, sob pena de prisão, em caso de descumprimento.

 

NOTA DE PREFEITURA

Nesta quarta-feira (20), o prefeito Doca Albuquerque se manifestou por meio de Nota de Esclarecimento.

 

Na Nota, o prefeito comunica que já afastou Anderson Cavalcante e Rejane Maciel, em cumprimento a ordem judicial e informa ainda que a Prefeitura está tomando as providências legais cabíveis para a apuração dos fatos.

 

“O Poder Executivo ressalta que a decisão judicial foi inesperada, considerando que os órgãos da administração publica prestaram todas as informações requisitadas pela Promotoria de Justiça de Terra Santa, visando a instrução do procedimento de investigação criminal nº 000664-043/2021, dando total e irrestrito apoio as investigações”, diz trecho da Nota de Esclarecimento, assinada pelo prefeito Doca Albuquerque.

VEJA A NOTA DA PREFEITURA, na íntegra:

Publicação da Prefeitura, na inauguração da Casa da Mulher: