menu

Bancada do PT na Câmara de Santarém convoca SMT para explicar reajuste na passagem de ônibus

Vereadores Carlos Martins e Biga Kalahare protocolaram requerimento para reunião de urgência com da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) e com o Conselho Municipal de Trânsito

Bancada do PT na Câmara de Santarém convoca SMT para explicar reajuste na passagem de ônibus (Foto: Reprodução/TV Tapajós) Notícia do dia 07/12/2021

DEAMAZÔNIA SANTARÉM, PA - A bancada do PT na Câmara Municipal de Santarém, Oeste do Pará – composta pelos vereadores Carlos Martins e Biga Kalahare – protocolou requerimento solicitando, em caráter de urgência, a presença de representantes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) e com o Conselho Municipal de Trânsito, sobre reajuste na tarifa do transporte coletivo, na cidade.

 

Desde o dia 1º de dezembro a passagem de ônibus passou a custar R$ 3,60 inteira e R$ 1,20 para estudantes. Além do transporte urbano, a tarifa distrital e intramunicipal também foi reajustada.

 

O decreto, do prefeito Nélio Aguiar (União Brasil), que autoriza o reajuste foi publicado no dia 29 de novembro.

 

Em vídeo publicado nas redes socias, durante a sessão plenária, o vereador Carlos Martins (PT) criticou o aumento de 20%, de uma só vez, em relação ao preço anterior que era de R$ 3 e R$ 1, respectivamente.

 

“O reajuste deve ser discutido. Pode ser necessário, não questiono. O que eu questiono é o aumento de 20% de uma vez só [...] Vem um estudo técnico dos empresários dizendo que tem que ser R$ 4,45 a passagem. A SMT faz outro estudo e diz que tem que ser R$ 3,90 – um aumento de 35% – Aí vem o Conselho e diz que tem que ser R$ 3,60. E o prefeito [Nélio Aguiar] que é muito bonzinho, fala: ‘vou dar R$ 3,60, vou quebrar o galho de vocês’. Ah, não pode ser assim!”, afirmou o parlamentar.

 

Já o vereador Biga Kalahare (PT) afirmou, em Plenário, que o reajuste chega a ser irresponsável, levando em consideração a pandemia que o país vive e acrescentou que a Prefeitura não comunicou a medida a tempo para a população e aos estudantes, que utilizam diariamente as linhas de ônibus no município.

 

“Sabemos que Santarém já é uma cidade grande, mas, não tão grande ao ponto da passagem de ônibus chegar a quase quatro reais. Os ônibus estão todos sucateados, basta você ir às ruas para comprovar”, afirmou Kalahare.

 

Esse é o segundo reajuste da tarifa do transporte público concedido pelo prefeito Nélio Aguiar (União Brasil). O anterior foi em junho de 2018.

VEJA O VÍDEO DO VEREADOR CARLOS MARTINS:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Dr. Carlos Martins (@dr.carlosmartins_)