menu

Amantes da lendária marca americana: Confraria Harleyros do Pará completa 4 anos

A comemoração da equipe será feita com uma viagem (bate-e-fica) para o município de Paragominas, sudoeste paraense, que fica a 305 km de Belém

Amantes da lendária marca americana: Confraria Harleyros do Pará completa 4 anos Baía do Guajará - Belém-PA (Foto: Divulgação) Notícia do dia 07/04/2022

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - A Confraria Harleyros do Pará foi fundada em 19 de abril de 2018 por três amigos, Alfredo Maciel, Mário Fidalgo e Victor Athayde, com o intuito de unir os amantes da marca do estado do Pará. Hoje tem representantes em diversos estados do Brasil, é composta por 125 membros e dirigida por seis motociclistas: os três fundadores, Alex Aguiar, Ezequiel Paixão e Mauro Cancela, onde conseguiram unir a paixão pelo mundo Harley-Davidson, agregando grandes amigos.

 

A “Confraria” não se trata de mais um motoclube, ela reúne presidentes, coordenadores, membros dos principais motoclubes do estado do Pará e amantes da lenda americana, onde juntos estão conseguindo levar o motociclismo da Amazônia para o mundo.

Baía do Guajará - Belém-PA (ao fundo mercado do Ver-o-Peso, cartão postal da metrópole da Amazônia)

 

Desde o ano de 2020, o mundo mudou, passando por um momento atípico, onde a pandemia da Covid-19 conseguiu adiar grandes realizações, dentre elas, dois aniversários da confraria, que é comemorado em abril, sempre com algo especial.

 

Algo que será comemorado agora em 2022, após esse período conturbado, nada melhor que pegar a estrada para renovar as forças.

 

A comemoração será feita com uma viagem (bate-e-fica) para o município de Paragominas, sudoeste paraense, que fica a 305 km da capital.

 

Os Harleyros estenderam o convite a motoclubes, motogrupos e amantes do motociclismo, postando em suas redes sociais o convite, será um fim de semana muito agradável no melhor hotel do município, onde juntos irão brindar a felicidade e festejar essa grande data. Em parceria com o Hotel Regente de Paragominas, todos os participantes do evento terão direito a uma tarifa especial. 

 

Para equilibrar esse momento pandêmico, a confraria executou algumas atividades importantes, entre elas: A comemoração do dia internacional da mulher, dia do motociclista, celebração do Círio de Nazaré (a maior festa cristã do país), que tradicionalmente reúne milhares de motociclistas, a comemoração alusiva ao dia das crianças, ações filantrópicas, confraternizações de fim de ano e outras.

Comemoração do Dia Internacional da Mulher

 

Ao longo desses 04 anos de fundação, a Confraria fez várias exposições, passando por clubes, shopping centers e pontos turísticos, a última foi na Estação das Docas do Pará, uma semana de evento, passaram milhares de pessoas. 

Estação das Docas - Cartão postal de Belém - PA

 

A Confraria também abraça causas sociais, fazendo filantropia e campanhas de conscientização. Ajuda hospitais e instituições através de um trabalho silencioso.

 

Em 2019 fizeram a maior campanha online em prol do Outubro Rosa da história do motociclismo nacional, onde foram agraciados com prêmios nacionais. Promoveu evento filantrópico, onde ocorreu sorteio de obras de artes do artista plástico e Harleyro Odair Mindelo (reconhecido na ONU como artista plástico da Amazônia), todo valor arrecadado foi investido em obras de caridade.

 

Idealizaram uma grande campanha para conscientizar os motoristas de todo o Brasil, que contou com o apoio de grandes personalidades do mundo motociclístico. 

 

CONHECENDO COM OS FUNDADORES

Como será que começou a história deles com a lenda americana?

 

Alfredo Enrique Maciel "Argentino", 65 anos, Empresário:

 

A minha paixão vem desde criança, quando olhava passar essas máquinas maravilhosas na frente de casa, em Rosário (Argentina), eu ficava fascinado. Apesar de 47 anos de motociclista, só vim adquirir a minha H-D com 45 anos de idade, mas o sonho se tornou realidade e nunca mais parei de rodar e viajar em uma Harley.

 

Amo tudo que envolve esse espírito, que é totalmente diferente de outras marcas, sem desmerecer, mas a Harley-Davidson tem personalidade própria. Espero poder rodar por muitos anos sobre duas rodas e sobretudo na minha companheira de estrada

 

Mário Fidalgo Junior, 60 anos, Empresário:

 

Minha história com a Harley-Davidson começou quando tinha 12 anos, ia olhar os primeiros Harleyros do Pará (anos 70) cuidarem e limparem suas motos, foi amor à primeira vista. Nesse tempo eu já tinha a minha moto, porém H-D, só consegui comprar aos 40 anos, desde então nunca mais me separei da lenda.

 

Pode não ser a melhor moto do mundo, mas é a que mais dá prazer em pilotar em longas estradas, além de quê, quando você é Harleyro, ganhas irmãos no mundo todo. É a única moto que  tem alma, pois você não a trata como objeto e sim como alguém da família. 

 

Victor Athayde, 35 anos, Publicitário:

A primeira vez que pilotei uma moto, foi uma scooter aos 9 anos, com 11 ganhei minha primeira moto (Aprilia RS50), o espírito do motociclismo vem há gerações na minha família, meu já era proprietário de H-D nos anos 80. Já tive diversos modelos e de várias marcas, porém em 2015 comprei a primeira Harley-Davidson, foi algo bem diferente das motos anteriores, foi onde realmente me encantei, a Harley proporciona mais que um passeio e uma viagem, ela faz você se apaixonar pelo motociclismo.

 

VIAJANDO A CONFRARIA

A Confraria Harleyros do Pará fez uma grande viagem para o estado do Maranhão, partindo da capital paraense (Belém), com destino a capital maranhense (São Luís), 576,7 km, do dia 26 a 29 de agosto de 2021, mostraram as belezas dessa grande terra. São Luís do Maranhão é uma cidade-patrimônio.

 

Com uma enorme riqueza de construções centenárias, seu centro histórico possui quase quatro mil imóveis tombados pelo Iphan como patrimônios históricos. É por entre as praças, ruelas, largos e casarios que São Luís se transporta para outra época – em pleno século 21 – e é por meio de sua arquitetura que a cidade encanta desde aquela época.

 

Retomando a rota turística pelo estado do Pará

A Confraria irá retomar a rota turística, levando para o Brasil e mundo, onde comer e beber bem pelo estado do Pará. Levando cultura e mostrando a gastronomia internacionalmente premiada.

 

De acordo com o estudo (Unesco), a culinária paraense chegou ao topo com 99,2% de aprovação, também reconhecida pela sua gastronomia exótica. Confira em harleyrospa.com