menu

Sespa anuncia testagem em massa e PM fiscalizará carteira da vacina nos estabelecimentos

Mutirão de testagem da covid iniciará na quarta (26) na capital e em mais 47 municípios do interior

Sespa anuncia testagem em massa e PM fiscalizará carteira da vacina nos estabelecimentos Sespa anuncia novas medidas de enfrentamento a covid no Estado Notícia do dia 21/01/2022

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - A Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) anunciou nesta sexta-feira (21) que o governo realizará testagem em massa, fiscalização do passaporte da vacina nos estabelecimentos comerciais e públicos e admitiu a 3ª onda no Estado.

 

Durante entrevista coletiva concedida no auditório da Sespa, o secretário de Saúde do Pará, Rômulo Rodovalho, disse que o Governo do Estado informou ainda que não tomará qualquer atitude restritiva em relação ao ir e vir da população, e sim, incentivará estratégias de intensificação para que se previna ainda mais do coronavírus.

 

Ele também descartou qualquer remontagem de hospitais de campanha, visto que o Pará já possui os Centros Especializados no Atendimento à Covid, disponíveis em Belém, Parauapebas, Bragança e Santarém. “Se for necessário, implantaremos mais Centros”, disse.

 

Mutirão de testagem

Foi anunciado também que está sendo montada uma estratégia de testagem em massa em todas as regiões do estado, a partir da próxima quarta-feira (26), com o objetivo de examinar até 20 mil pessoas até o domingo, 30 de janeiro. Para isso, o Governo do Estado vai contar com apoio de municípios e de instituições de ensino de saúde. Nessas operações, será ofertado o teste por antígeno, com resultado em até 15 minutos. 

 

“Quando a agenda estiver concluída, vamos divulgar os locais e horários. Nossa intenção é dar vazão às demandas por testes que já percebemos na Região Metropolitana”, comentou o secretário Rômulo Rodovalho, ao destacar que os quatro pontos de testagem implantados em Belém, no dia 19, continuarão atendendo por tempo indeterminado: no Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), na Usinas da Paz do Icuí e da Cabanagem, e no campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa) – que é restrito aos servidores públicos estaduais. 

 

O diretor de Vigilância em Saúde da Sespa, Denilson Feitosa, anunciou que, para o mutirão, até o momento 47 municípios já aderiram. A intenção é que esse número aumente nos próximos dias. “Para nós, insistir no teste é fundamental, pois a estratégia beneficiará o coletivo”, disse. 

 

Fiscalizações

A respeito da intensificação das fiscalizações quando ao uso do passaporte vacinal, o secretário adjunto de Gestão Operacional da Segup, coronel Alexandre Mascarenhas, explicou que a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), juntamente com os órgãos de Segurança Pública do Estado e municípios da Região Metropolitana de Belém, já estão, por meio da operação “Tolerância Zero”, intensificando o fortalecimento da fiscalização dos termos do decreto nº 2.044, que instituiu a Política Estadual de Incentivo à vacinação contra a Covid-19.

 

A operação já tem fiscalizado se os estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes e casas noturnas, além de locais com grandes eventos, estão funcionando dentro das medidas de controle para conter a Covid-19. Além disso, a operação também é voltada à fiscalização, para que estes locais cumpram a exigência da apresentação do cartão de vacinação, com o esquema vacinal completo, para o acesso ao estabelecimento e, em caso violações, a aplicação de multas. 

 

"Essa operação será ampliada tanto no recurso humano com o reforço das equipes e agentes, quanto na logística da operação fazendo uma fiscalização ainda maior, a fim de alcançar os estabelecimentos definidos em decreto, se estes estão cumprindo com as determinações estabelecidas pelo Governo do Estado”, destacou o coronel.