menu

MPPA abre investigação contra ex-prefeito de Juruti por licitação suspeita

Caso em investigação é obra de escola da zona rural não concluída e empresa contratada é alvo da 'Operação Perfuga'

MPPA abre investigação contra ex-prefeito de Juruti por licitação suspeita Ex-prefeito de Juruti, Henrique Costa Notícia do dia 08/01/2022

DEAMAZÔNIA JURUTI, PA - O Ministério Público do Pará (MPPA) instaurou inquérito para investigar supostas fraudes na licitação da construção da Escola Dois de Março, na comunidade Paraíso, em Juruti, na gestão do ex-prefeito Henrique Costa.

 

A informação é do jornal Diário do Pará.

 

O inquérito apura também a participação da chefe de licitação da Prefeitura, a época, Varluce Augusta dos Santos, e da empresa Tupaiu Construções e Serviços Ltda, empresa investigada na 'Operação Perfuga', em 2018. O processo licitatório teria sido direcionado.

 

A obra não foi concluída na gestão do ex-prefeito Henrique Costa. Em junho a atual prefeita Lucídia Batista inaugurou a escola e a gestão anterior teria ainda deixado uma dívida de R$ 212 mil.  

 

“Além de possíveis danos ao erário e enriquecimento ilícito do ex-prefeito”, diz a matéria do Diário do Pará.

 

O procedimento investigatório é assinado pelo promotor de Justiça, Osvaldino Lima de Sousa.

 

O Portal DeAmazônia entrou em contato com o ex-prefeito Henrique Costa para saber sua versão sobre o caso e aguarda retorno.