menu

Piloto santareno desaparecido há mais de um mês, é encontrado vivo em Laranjal, no Amapá

Desaparecido desde 28 de janeiro, após decolar de Alenquer, Antônio Sena foi encontrado por grupo de coletores de castanha em município do Amapá na divisa com o Pará

Piloto santareno desaparecido há mais de um mês, é encontrado vivo em Laranjal, no Amapá Piloto de avião Antônio Sena conhecido como Toninho Sena (Foto: Reprodução/Redes Sociais) Notícia do dia 05/03/2021

DEAMAZÔNIA LARANJAL DO JARI, AP - O piloto santareno Antônio Sena, conhecido como 'Toninho', que estava desaparecido há mais de um mês, após decolar em um avião de pequeno porte de Alenquer, no Oeste do Pará, foi encontrado vivo, nesta sexta-feira (5/3), nas matas próximo ao município de Laranjal do Jari, na divisa entre Pará e Amapá.

 

A informação foi confirmada pelo governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), nas redes sociais.

 

“Pessoal, uma ótima notícia. O piloto Antônio Sena, que estava desaparecido há mais de um mês, foi encontrado vivo hoje nas matas próximo ao município de Laranjal do Jari, no Amapá”, disse Helder.

 

Ainda segundo o governador, nas primeiras horas deste sábado (6/3), uma aeronave do Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará fará o resgate do piloto.

 

Antonio Sena decolou no dia 28 de janeiro deste ano, por volta das 12h, pilotando um avião Cessna 210, prefixo PT-IRJ, de uma pista do município de Alenquer com destino a uma pista de garimpo no município de Almeirim, levando mercadorias para o proprietário da aeronave, Edwaldo Paiva, mas não chegou ao destino.

 

Até conseguir socorro, o piloto teria andado muito por uma área de difícil acesso até chegar na manhã desta sexta-feira (5/3) a um local de mata onde havia um grupo de coletores de castanha. Lá, ele teria se identificado como sendo o piloto que estava desaparecido.

 

Os homens então conseguiram contato com a comunidade onde moram, por meio de um rádio amador, informando os telefones da mãe e irmãos do piloto para que fizessem contato.

 

A Força Aérea Brasileira (FAB) suspendeu as buscas pelo piloto desaparecido e o avião Cessna no dia 7 de fevereiro.