menu

Cemei Paulo Freire passa a funcionar como Hospital de Campanha, em Santarém

De acordo com a proposta, o local deve abrigar 60 leitos para pacientes covid

Cemei Paulo Freire passa a funcionar como Hospital de Campanha, em Santarém Cemei Paulo Freire passa a funcionar como Hospital de Campanha, em Santarém (Foto: Divulgação) Notícia do dia 23/01/2021

DEAMAZÔNIA SANTARÉM, PA - O Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Paulo Freire, em Santarém, Oeste do Pará, funcionará como Hospital de Campanha nos próximos dias. Na tarde desta sexta-feira (22), o prefeito Nélio Aguiar (DEM) visitou a unidade, acompanhado da secretária municipal de Saúde, Marcela Tolentino.

 

De acordo com a proposta, o local deve abrigar 60 leitos. O objetivo é desafogar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24horas), que recentemente vem sendo utilizada exclusivamente para pacientes com Covid-19 e vem enfrentando um fluxo muito intenso de atendimentos.

 “Estamos tratando com o Governo do Estado sobre a situação que está ficando crítica na região do Baixo Amazonas. Estamos acompanhando o número de casos e o aumento de internações em Santarém. Levamos essas informações ao governador Helder Barbalho para que pudesse retornar com o Hospital de Campanha, porque precisamos ter uma retaguarda para evitar uma superlotação na UPA. Estamos trabalhando em parceria e vamos transformar a Cemei Paulo Freire em Hospital de Campanha, justamente para ofertar mais leitos clínicos e assim garantir o atendimento à população”, destacou o prefeito Nélio Aguiar.

 

Também acompanharam o prefeito o secretário Regional de Governo, Henderson Pinto e o secretário de saúde adjunto do Estado, Sipriano Ferraz.

 

OUTRAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO

Além da reativação do Hospital de Campanha, Santarém contará com outras medidas. A USD que hoje funciona na Cemei Paulo Freire será transferida para a Escola Municipal de Ensino Fundamental Fluminense, no Bairro Santa Clara, zona norte.

 

Outra Unidade de Saúde Descentralizada deve ser implantada também na zona oeste, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Ecila Nobre, no Bairro Conquista.

 

“Estamos fazendo adequações em nosso planejamento para intensificar o combate a covid-19 em município analisando critérios epidemiológicos. Precisamos de mais leitos e a reativação do hospital de campanha vem com o objetivo de nos auxiliar e proporcionar um melhor atendimento à população”, conclui Marcela Tolentino, titular da Semsa.