menu

Em Santarém, governador reúne com prefeitos e diz que segunda onda chegou ao extremo Oeste do Pará

Após visitar Faro, Oriximiná e Terra Santa, Helder Barbalho reuniu com prefeitos de Mojuí dos Campos, Curuá, Alenquer, Prainha, Monte Alegre, Almerim e Alenquer e alertou municípios para endurecer restrições

Em Santarém, governador reúne com prefeitos e diz que segunda onda chegou ao extremo Oeste do Pará Helder Barbalho, com prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, faz vídeo conferência com prefeitos do Baixo Amazonas Notícia do dia 22/01/2021

DEAMAZÔNIA SANTARÉM, PA - Após visitar a comunidade Nova Maracanã, em Faro, Oriximiná e Terra Santa, no Oeste do Pará, o governador Helder Barbalho (MDB), ficou convencido de que a segunda onda da covid-19, já chegou nestes municípios do Oeste do Estado, que fazem divisa com o Amazonas. Situação da covid também avança em Juruti, na divisa com Parintins (AM). Faro, onde morreram seis pessoas por falta de oxigênio, faz limite com Nhamundá (AM). 

 

“Ao verificar in loco a realidade dos municípios na divisa com o Amazonas, eu não tenho nenhuma dúvida de que estamos vivendo aqui nesta região uma segunda onda de contágio, e isto requer atenção, estado de alerta, e acima de tudo responsabilidade, para que nós possamos proteger a população. Na semana passada, mudamos o bandeiramento desta região, e fizemos com que estivéssemos em um estágio de alto risco, o bandeiramento vermelho. Peço a todos os prefeitos, e disse isto na conferência que fizemos há pouco, que todos possam, no âmbito municipal, replicar, fazer os decretos municipais, fazer constar e valer junto com a estrutura do Estado o convencimento da sociedade, de que isto é um ato necessário para proteger a nossa população”, reforçou o governador. 

 

Com o objetivo de dialogar com os gestores desses municípios, Helder Barbalho ressaltou o trabalho que vem sendo feito pelo governo do Estado, a visita que fez aos municípios de Faro, Terra Santa e Oriximiná nesta quinta-feira e a importância de as prefeituras precisarem de planejamento, para que o sistema de saúde não entre em colapso.

 

Participaram da videoconferência o prefeito de Faro, Paulo Carvalho; o prefeito de Mojuí dos Campos, Marco Antônio; o secretário de Saúde de Mojuí dos Campos, Glayton Carvalho; o prefeito de Alenquer, Tom Farias; o vice-prefeito de Oriximiná, Argemiro Diniz; a prefeita de Almeirim, Lúcia do Líder; o prefeito de Curuá, Givanilson Picanço; Alberto Pingarilho, da Secretaria Municipal de Saúde de Prainha; Jardel Vasconcelos, prefeito de Monte Alegre; o coordenador do Núcleo de Relações com os Municípios, Josenir Nascimento, e o secretário adjunto de Saúde Pública, Sipriano Ferraz.

 “ Ampliamos o número de UTIs na nossa região. Hoje são 90 UTIs e, a partir de amanhã, nós teremos mais 20 na região. Aumentamos o número de aeronaves com serviço aeromédico. Estamos garantindo junto aos fornecedores de oxigênio que mantenham os contratos com os municípios, para que não falte oxigênio neste momento, além de apoio com equipamentos de proteção individual (EPIs) e medicamentos”, informou O secretário Regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto.