menu

Prefeita de Juruti pede barreira sanitária para interceptar barcos do Amazonas

Lucídia Batista enviou, ofício ao governador Helder Barbalho, justificando que objetivo é "evitar um pico de mortes por covid, em Juruti"

Prefeita de Juruti pede barreira sanitária para interceptar barcos do Amazonas Orla de Juruti (Foto: /divulgação) Notícia do dia 11/01/2021

DEAMAZÔNIA JURUTI, PA - A prefeita de Juruti, Oeste do Pará, Lucídia Batista (MDB), solicitou, por meio de ofício, enviado ao governador Helder Barbalho (MDB), o bloqueio da divisa entre Pará e Amazonas, para impedir o desembarque de passsageiros vindos do Estado vizinho. O documento é de sexta-feira (9/1).

 

Segundo a prefeita, o objetivo é "evitar um pico de mortes em Juruti". Lucídia pediu também ao governador o encaminhamento dos cinco Kits UTI covid do Estado, que ficaram na guarda do Hospital 9 de abril, ao município.

 

"Hoje (09), solicitei ao governador Helder Barbalho, fechar a entrada de embarcações de passageiros oriundas do Estado do Amazonas, apenas carga, sei que é uma medida impopular, mas não queremos ver um pico de mortes em Juruti", escreveu Lucídia.

 

No documento, a prefeita de Juruti sugeriu que seja permitindo apenas o acesso a embarcações que transportam carga e solicitou o aumento do contingente da Polícia Militar no município, para que se fiscalize mais o cumprimento das regras de prevenção estabelecidas na lei.

 

A prefeita relatou ainda algumas medidas que estão sendo tomadas em relação ao desembarque de passageiros vindo do Amazonas. “Equipe da Saúde está no porto controlando a entrada e saída de Juruti, com Guarda Municipal, agentes da Vigilância e equipe da Saúde”, escreveu.