menu

Juiz Eleitoral determina que coligação do prefeito corrija convenção, para liberar candidatura

Justiça aponta série de erros na convenção dos partidos coligados e diz que PTB está inapto; Veja intimação

Juiz Eleitoral determina que coligação do prefeito corrija convenção, para liberar candidatura Vice-prefeito, Zé Maria e prefeito Nélio Aguiar Notícia do dia 14/10/2020

DEAMAZÔNIA SANTARÉM, PA -  O juiz Eleitoral Claytoney Passos Ferreira, da 83ª. Zona Eleitoral de Santarém, pediu que a coligação ‘Santarém seguindo em frente’, do prefeito Nélio Aguiar (DEM) corrija irregularidades na convenção municipal sob pena de negar o registro de candidaturas.VEJA a intimação a Coligação do Prefeito ao final da matéria. 

 

O magistrado verificou que o pedido do registro de candidatura foi está assinado pelo secretário geral do DEM, como representante da coligação.

 

Outro erro, é que os partidos da Republicanos, Podemos, PTB, PMB, Cidadania, DEM, PSD,  Avante,  e MDB não indicaram representantes da coligação da situação.

 

O TSE prevê que a solicitação do registro de candidatura é feito pelo presidente do partido ou delegado.

 

A Vara Eleitoral de Santarém realizou ainda consulta na Receita Federal e verificou que a situação cadastral do PTB estava inapta. O magistrado deu três dias para que a coligação do prefeito se habilitasse com as correções solicitadas.

 

Em contato com o Portal DeAMAZÔNIA, o prefeito Nélio Aguiar disse que a coligação já enviou documento a Justiça Eleitoral com as correções.

 

A Justiça Eleitoral ainda não deu publicação no mural eletrônico do TRE/PA se os pedidos da coligação ‘ Santarém seguindo em frente’ foram aceitos.

VEJA a intimação a Coligação do Prefeito.