menu

Omar denuncia ANAC e Passaredo/MAP ao Cade e convoca para se explicarem no Senado

ANAC, Anatel e Aneel não fiscalizam serviços de aviação, telefonia e internet e contas abusivas de energia, denunciou senador

Omar denuncia ANAC e Passaredo/MAP ao Cade e convoca para se explicarem no Senado Omar Aziz denunciou agências reguladoras, ao Cade Notícia do dia 30/11/2019

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O senador Omar Aziz (PSD), coordenador da bancada do Amazonas, em Brasília, denunciou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e a empresa Passaredo/MAP Linhas Aéreas, por suspeita de suposta fraude na transação do repasse de sete lotes, para a companhia operar em São Paulo. Desse modo, a Passaredo/MAP promoveu um apagão aéreo no Amazonas, que prejudicou principalmente o interior, do estado.

 

“Não sei como a ANAC conseguiu ter sete lotes para a empresa em São Paulo, sem ter condições de colocar um avião para o nosso estado [...] a ANAC entregou esses lotes, uma semana depois vendeu para a Passaredo e retirou as aeronaves do Manaus Aerotáxi. Com isso ficamos desabastecidos na aviação regional”, afirmou o senador, na tribuna. 

 

Omar denunciou ainda as agências reguladoras, como por exemplo, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), de não fiscalizar os serviços e os preços abusivos nas contas de energia e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), sobre a precariedade na telefonia e internet no Estado do Amazonas. 

 

“Não temos a telefonia que todos os brasileiros tem acesso e internet (no Amazonas) [...] A Aneel é uma verdadeira brincadeira, ela consegue aumentar a tarifa [contas de luz] a cada mês, mas não consegue melhorar a qualidade da energia, nas regiões”, disse Omar, se ferindo a região Norte e Nordeste. 

 

E completou: “Para quê serve as agências reguladoras, se não cumprem o papel delas, que é prover brasileiros de um bom serviço?”.

 

Omar Aziz, que também é presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), convocou o presidente da Anac, Ricardo Botelho, e o dono da Passaredo/MAP, José Luiz Felício Filho, para dar explicações na comissão do Congresso sobre a compra dos lotes e apagão aéreo no Amazonas, 

VEJA O VÍDEO DO SENADOR OMAR AZIZ