menu

Para se livrar de penhora, Anderson diz a Justiça que está 'pobre' e sem patrimônio

'Prefeito Ostentação' anda em Rio Preto, em frota de carros de luxo e tem sido visto, toda semana, em condomínio da orla da Ponta Nera em Manaus

Para se livrar de penhora, Anderson diz a Justiça que está 'pobre' e sem patrimônio Anderson Sousa, prefeito de Rio Preto da Eva (Reprodução/Facebook) Notícia do dia 03/10/2019

DEAMAZÔNIA RIO PRETO DA EVA, AM - O prefeito de Rio Preto da Eva (distante 89 quilômetros de Manaus), Anderson Sousa (PROS), esquivou-se de cumprir uma ordem da Justiça Especializada da Dívida Ativa do Estado para penhorar algum bem de sua propriedade a fim de pagar as custas processuais, do processo 4197/2008, no qual houve a aplicação de multa contra o chefe do Executivo no Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

 

A Justiça, a pedido da Procuradoria Geral do Estado, cobrou o débito de R$ 7,5 mil do prefeito.

 

Em resposta à Justiça, Anderson Sousa informa que não possui nenhum bem que possa apresentar para garantir a dívida; que reside numa casa arrendada no ramal do Baixo Rio, em Rio Preto, como inquilino; que não possui carro, moto e nem bicicleta.

 

Anderson comunicou a Justiça também que é solteiro, quando na verdade é público e notório que o prefeito tem uma vida de união estável com a primeira dama de Rio Preto, Soraya Almeida.

 

O prefeito informou ainda que recebe um salário de R$ 11 mil e que desse valor paga pensão de R$ 4 mil, restando-lhe valor de R$ 7 mil, com o qual tenta sobreviver.

 

Mas, na prática o 'pobretão' prefeito de Rio Preto da Eva, continua mantendo o status de ‘prefeito Ostentação’. Anderson desfila em uma frota de carros novos de luxo tipo Pajero na cor marrom, S10 cor branca, três Rangers nas cores verde, preto e azul.

 

O prefeito Anderson Sousa que disse ao juiz ter uma vida muito simples, com o que lhe resta do seus parcos salários, toda semana frequenta um certo condomínio de luxo, na orla da Ponta Negra, e é visto só saindo de lá no dia seguinte. 

 

O prefeito e a primeira dama Soraya, que gostam de ambientes requintados, também tem sido vistos, com frequência, no recém inaugurado Café com Leite, na orla da Ponta Negra. 

  

Neste processo, o oficial de Justiça informa, no final do ano de 2017, ao Juízo da Dívida Ativa que o prefeito foi citado, mas que houve a impossibilidade de penhorar os bens do réu, devido a falta de patrimônio dele.

VEJA DOCUMENTO ASSINADO PELO OFICIAL DE JUSTIÇA

 

WhatsApp Image 2019-10-02 at 19.38.16